ENquadramento

O arquipélago dos Açores devido à sua génese, localização e isolamento apresenta hoje em dia uma grande diversidade tanto em espécies, paisagens ou habitats.  Esta faz com que os Açores sejam únicos e detentores de inúmeras riquezas, algumas das quais ameaçadas e de grande importância de conservação com as quais os seus residentes contactam diariamente.  Ao longo de décadas têm sido desenvolvidos vários esforços por várias entidades para garantir a continuidade e resiliência de várias espécies e a sustentabilidade dos seus habitats. É o caso da SPEA que trabalha nos Açores há mais de 15 anos para a proteção do Priolo , ave endémica da zona este da ilha de São Miguel  e das aves marinhas como o cagarro que encontram nos Açores um refúgio.  A educação ambiental é fundamental para a criação de jovens mais conscientes da importância da preservação da natureza e mais ativos na sua defesa. Neste concurso a SPEA conta com o apoio da Agência Melo , numa iniciativa singular e que visa criar jovens mais ativos no seio da comunidade escolar de São Miguel.

Este concurso visa fomentar a discussão nos alunos do 2º e 3º ciclo das temáticas propostas, a organização de um grupo de trabalho e a apresentação de uma campanha audiovisual, trabalho audiovisual, peça de teatro ou ação de voluntariado ambiental que lhes permita desenvolver o tema escolhido e promover a cidadania ativa nas escolas dos Açores.

Objectivos

Turmas de 2º ciclo e 3ºciclo ou turmas de currículos adaptados ou profissionalizantes do mesmo grau da ilha de São Miguel

Destinatários

Sustentabilidade e Conservação

Garantir um futuro sustentável passa por proteger os recursos de hoje para amanhã. Pretende-se que os alunos possam incidir principalmente em exemplos de projetos de conservação, projetos sustentáveis ou condutas sustentáveis de forma que as suas campanhas possam promover a sustentabilidade do objeto da sua campanha. 

Áreas Protegidas e Recursos Naturais

Dentro deste tema os alunos podem desenvolver campanhas relacionadas com a importância de proteger uma espécie dos Açores em específico, campanhas de divulgação da importância de proteger um habitat ou área protegida. Serão apenas aceites campanhas que tenham como objeto espécies, recursos naturais (fauna, flora, água ou outros), habitats terrestres ou marinhos ou áreas protegidas nos Açores.

Problemas Ambientais

- Lixo Marinho
- Poluição Luminosa
- Alterações Climáticas
- Espécies Invasoras 

- Outros

Temas

ReGulamento do Concurso

- Inscrição no concurso deve ser realizada através de formulário próprio, até dia 29 de Fevereiro.

-​ A inscrição no concurso será realizada por uma turma completa com um professor responsável que será responsável pela coordenação os trabalhos da turma.


- As turmas devem criar grupos de trabalho e eleger dentro das propostas apresentadas a campanha que irá representar a turma no concurso.  Cada grupo de trabalho fará uma proposta de campanha (mensagem e ações a realizar) e a turma irá votar entre essas opções qual a campanha a implementar.Toda a turma deve contribuir para o trabalho final.


- Cada campanha deve ter uma mensagem principal clara e resumida numa frase ou slogan.


- Cada campanha deverá ter no mínimo duas/três ações a implementar pela turma de modo a comunicar ou envolver a comunidade escolar no sentido de promover a sensibilização e/ou a mudança de comportamentos em relação com o problema identificado.

 

- Estas ações podem incluir campanhas de comunicação, sensibilização “porta a porta”, ações de voluntariado, organização de debates sobre a temática com especialistas, recolha de assinaturas e petições, etc.


-  Dá –se preferência a trabalhos que recorram à reutilização de materiais e reciclagem e que alertem para temáticas consideradas importantes nos Açores. E que trabalhem as temáticas de forma ecológica e sem prejuízo ambiental.


 - Os alunos e professores dispõem de toda a liberdade artística para a campanha  e inclusivamente criar campanhas a desenvolver junto dos professores da sua escola, para os alunos da sua escola, turmas específicas, funcionários da sua escola ou mesmo encarregados de educação, ou até junto de mecanismos governamentais locais como câmara municipal, junta de freguesia por exemplo.


- Os alunos podem recorrer ao uso de redes  sociais e média para a divulgação da sua campanha mas esta deve ser realizada presencialmente na sua escola ou local escolhido junto do público escolhido.


- As turmas podem submeter campanhas com temas fora dos apresentados neste concurso mas apenas após aprovação do júri do concurso.


- Serão premiadas 2 turmas no âmbito deste concurso , a turma vencedora do 2º ciclo e outra no terceiro ciclo ou currículo adaptado ou profissionalizante. A escola da turma vencedora poderá incluir outras turmas até ao limite do número de passageiros do autocarro de 55 lugares.


- Cada turma deverá apresentar ao concurso um breve relatório que inclua as várias propostas de campanha consideradas, o resultado da votação e as evidências da implementação das ações propostas na campanha (fotografias, printscreen de redes sociais e links para sites, vídeos, materiais produzidos, etc) . Neste relatório deverá estimar-se também o número e tipo de pessoas envolvidas na campanha. Este relatório deve ser apresentado em formulário próprio respeitando as restrições de numero de palavras e anexando ao mesmo os comprovativos de realização das ações que entregue por email para centropriolo@spea.pt até dia 15 de maio.

Júri do Concurso

- 3 elementos da SPEA e 2 da Agência Melo

Prémios

- Visita de estudo com programa de atividades completo a realizar em junho 2020


- Melhores trabalhos, divulgados ou expostos 

Organização do Concurso

 
 
 

Apartado 14

9630 Nordeste, São Miguel - Açores

+351 918 53 61 23

SPEA-logo.png

Direção Regional dos Recursos Florestais

©2019 by Centro Ambiental do Priolo. Proudly created with Wix.com