O tesouro da Tronqueira

O priolo (Pyrrhula murina) é hoje, considerado vulnerável mas foi em tempos uma das aves mais ameaçadas da Europa. Atualmente, a sua população encontra-se estável, rondando os 1000 indivíduos,  fruto dos esforços realizados, ao longo de mais de uma década, para salvar a espécie.

 

Encontra-se apenas nos Açores, confinado à zona este da ilha de São Miguel, nos concelhos da Povoação e Nordeste, nas poucas manchas de floresta Laurissilva que ainda se podem encontrar nesta parte da ilha.

Possui dimensões reduzidas com cerca de 15 a 17cm, sendo identificado pela cabeça, asas e cauda pretas e um tom castanho acinzentado no resto do corpo. O seu canto é um assobio melancólico que facilmente reconhecemos no meio da floresta. 

© Pedro Monteiro

© SPEA

Séculos de ameaças

O priolo é uma ave intimamente ligada à história dos Açores. Ainda no séc. XV, foi na Povoação que os primeiros povoadores se instalaram, encontrando florestas de Laurissilva densas e esta ave dócil e abundante.

Séculos mais tarde e em busca de um habitat cada vez mais disperso e destruído pelo Homem, esta ave vê-se projetada pela população como uma praga. Sendo capturada e perseguida por muitos pela sua predileção pelas flores das laranjeiras, um dos principais motores de economia da altura.

Atualmente, nos Açores, as espécies exóticas são uma ameaça à vegetação nativa e em particular ao priolo. Plantas invasoras como a conteira (Hedychium gardneranum), cletra (Clethra arborea), gigante (Gunnera tinctoria) ou incenso (Pittosporum undulatum) e fauna invasora como é o caso do rato e murganho (Rattus sp.) podem ter um impacto muito negativo na espécie.

Conservação e Sustentabilidade

Conservar uma espécie listada entre as mais raras da Europa não é tarefa fácil e foi este o desafio que a SPEA aceitou em 2003 quando candidatou o primeiro projeto de conservação para a preservação do Priolo.

Até à data, foram desenvolvidos três projetos focados na recuperação do seu habitat - Laurissilva dos Açores, mas também com a sustentabilidade da  desta espécie em mente, através da educação ambiental das populações e sensibilização dos que visitam as Terras do Priolo em busca desta espécie:

© SPEA

© SPEA

Observações do Priolo

Não é tarefa fácil encontrar o priolo!

 

Consulte o mapa de observações e descubra os últimos avistamentos de priolo.

Para aumentar a sua probabilidade de encontrar um priolo, junte - se a um técnico da SPEA na Tour Priolo. 

Apartado 14

9630 Nordeste, São Miguel - Açores

+351 918 53 61 23

SPEA-logo.png

Direção Regional dos Recursos Florestais

©2019 by Centro Ambiental do Priolo. Proudly created with Wix.com